terça-feira, 9 de março de 2010

ORDEM DO DIA 09/03 (TERÇA-FEIRA)

ALERJ VOTA EMPRÉSTIMO DE R$ 259 MILHÕES PARA SEGUNDA ETAPA DA VIA LIGHT
A Assembleia Legislativa do Rio votará, em discussão única, nesta terça-feira (09/03), o projeto de lei 2.908/10, que autoriza o Governo, autor da proposta, a fazer empréstimo junto à Caixa Econômica Federal no valor de R$ 259,138 milhões, para a complementação da Via Light, que liga o Terminal Rodoviário de Nova Iguaçu à Estrada Rio do Pau. O texto foi retirado de pauta na última semana pela apresentação de cinco emendas. Em plenário, o líder do Governo, deputado Paulo Melo (PMDB) defendeu o empréstimo, utilizando recursos do FGTS. “Uma obra de extrema importância para a Baixada Fluminense e de alta relevância para o Rio de Janeiro. É um empréstimo consignado, com fins específicos, com destinação específica e o parecer é pela constitucionalidade”, disse.
De acordo com a proposta, os investimentos irão promover a ligação da Baixada Fluminense com o Centro e a zona Oeste da Capital, “desconcentrando o fluxo de veículos pela Rodovia Presidente Dutra e promovendo novas vias de ligação a centros como Madureira e a Barra da Tijuca”. A proposta também foi elogiada pelo deputado Luiz Paulo (PSDB), que integrava o Governo Marcelo Alencar quando a primeira etapa foi concluída, em 1998. “Mas a Via Light até a Estrada Rio do Pau, com 10 quilômetros de extensão e pista dupla, é insuficiente para cumprir a sua função estruturadora como alternativa à Rodovia Presidente Dutra, razão pela qual ela precisa ser estendida até a Av. Brasil e depois da Av. Brasil até Madureira; e no sentido Norte ela precisa ser estendida até a Rio São Paulo, para ficar juntinho do Polo Desenvolvimentista de Queimados”, argumentou o deputado, que é engenheiro civil especializado em Transporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos