quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

PROFESSORES COM SÍNDROME CAUSADA PELO ESTRESSE TERÃO ASSISTÊNCIA

A Assembleia Legislativa do Rio votará, em segunda discussão, nesta quarta-feira (10/02), a proposta que poderá fazer com que os professores da rede pública estadual tenham suas condições físicas, psíquicas e emocionais avaliadas. Esta é uma das regras do projeto de lei 889/07, do ex-deputado Alcides Rolim, que prevê a assistência aos professores portadores da “Síndrome de Bornout”, causada pelo estresse e que tem como sintomas a apatia, o cansaço, a desmotivação e a insatisfação. As avaliações que o texto propõe serão o primeiro passo do acompanhamento, por equipe multidisciplinar, dos casos – o que deverá ser garantido pelo estado em parceria com municípios, clínicas particulares e entidades não governamentais.

Segundo Rolim, a pressão a qual estes profissionais são submetidos favorece o desenvolvimento da síndrome. “O vandalismo, os ataques a professores, as violências entre alunos, a situação precária das escolas, a falta de valorização do profissional da Educação, o baixo salário e o não-reconhecimento resultam em condições degradantes do labor, fazendo com que o educador entre para o caminho mais inconveniente do esgotamento emocional”, apontou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos