quinta-feira, 4 de abril de 2013

DEBATE SOBRE COTA INDICA AUMENTO DE 15,8% NO NÚMERO DE NEGROS FORMADOS


Desde a implantação do sistema de cotas para negros e pardos na Universidade do Estado do Rio (Uerj), houve aumento de 15,8% no número de estudantes com essas características, na faixa entre 18 e 24 anos de idade, cursando ou concluindo o ensino superior. O dado foi apresentado em um debate promovido, nesta quinta-feira (04/04), pela Escola do Legislativo do Rio (Elerj), sobre a primeira década das cotas nas universidades públicas fluminenses. “Indicadores da Uerj, que é pioneira, mostraram que a evasão de alunos cotistas é menor e o coeficiente de rendimento médio é ligeiramente maior que o de alunos não cotistas. Temos informações também que esses alunos têm conseguido se integrar no mercado de trabalho da mesma forma que os não beneficiados pelas políticas de inclusão”, frisou o coordenador da Elerj, deputado Gilberto Palmares (PT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos