quarta-feira, 6 de julho de 2011

CPI AFIRMA QUE RELATÓRIO PODE INDICIAR TITULARES DO 9º OFÍCIO

Para investigar as denúncias contra o 9º Cartório de Registro Geral de Imóveis, relativas às inscrições de matrículas, escriturações e anotações de imóveis situados na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes, a Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) já ouviu 17 pessoas, em 14 reuniões ordinárias. Para o presidente da CPI, que iniciou os trabalhos em março, deputado Paulo Ramos (PDT), com todas as provas já colhidas o relatório indicará a criminalização dos titulares da entidade investigada. Suspensa durante o recesso parlamentar, a CPI será concluída até o final de agosto. “Avançamos bem e conhecemos muitos ilícitos praticados no 9º Ofício. Já quebramos o sigilo bancário e fiscal do titular do 9º Ofício e vamos ver o resultado, mas já contamos com provas muito robustas. Com todas as provas colhidas, teremos um relatório esclarecedor, mostrando ainda que o 9º não atua sozinho, envolvendo ainda outros setores”, adiantou o deputado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos