quarta-feira, 1 de setembro de 2010

HOSPITAIS DEVERÃO GARANTIR PERMANÊNCIA DE ACOMPANHANTE PARA DIABÉTICOS

Estabelecimentos médicos, públicos e privados, localizados no estado, deverão assegurar a permanência de um acompanhante para os pacientes diabéticos que fazem uso continuado de insulina. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) derrubou, nesta terça-feira (31/08), o veto do governador Sérgio Cabral ao projeto de lei 2.670/09, que cria a norma com a garantia de gratuidade da permanência em tempo integral, exceto na alimentação. O descumprimento da regra será punido com multas que poderão ir de cem a mil Ufirs. Para o autor da proposta, o ex-deputado Nilton Salomão, a iniciativa busca garantir o sucesso do tratamento através da companhia de alguém que já conheça as necessidades específicas do paciente. “A convivência com grupos ligados ao tema mostrou a necessidade de que o paciente diabético tenha um acompanhante o tempo todo, para auxiliar a ministrar a insulina de acordo com o tipo de tratamento que o paciente já vinha fazendo”, explicou o parlamentar.


VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos