quinta-feira, 12 de agosto de 2010

REPROVAÇÃO POR EXAME PSICOLÓGICO EM CONCURSOS SERÁ JUSTIFICADA

A reprovação nos exames psicológicos em concursos para a administração pública estadual terá que ser justificada. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, em segunda discussão, nesta quarta-feira (11/08), o projeto de lei 2.727/09, que diz que a reprovação deverá ser fundamentada por escrito, “comprovando a incompatibilidade do perfil do candidato com a função pública em análise, sob pena de nulidade do ato”. O projeto é assinado pelo deputado Flávio Bolsonaro (PP), que quer dar ao candidato rejeitado o acesso ao conteúdo desta fundamentação, além da possibilidade de requerer novo teste. “Sempre me questionei se era justo este critério. A pessoa se dedica à prova, passa na de conhecimento, que é a mais difícil, e é reprovada na etapa seguinte, que é o exame psicológico”, criticou o parlamentar.


VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos