quarta-feira, 3 de março de 2010

Mortalidade materna poderá ser alvo de levantamento no estado

Ter dados mais precisos sobre a incidência de casos de morte materna no estado é a intenção da deputada Inês Pandeló (PT), autora do projeto de lei 1.379/08, que a Assembleia Legislativa do Rio aprovou esta terça-feira (02/03), em primeira discussão. Empenhada na redução deste tipo de morte, ocorrida durante a gestação ou até cerca de 40 dias após o parto, a deputada propõe a criação do Programa de Incentivo à Investigação e Prevenção da Mortalidade Materna nos municípios do Estado do Rio de Janeiro, que poderia, segundo ela, fornecer dados necessários ao combate à mortalidade materna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos