quinta-feira, 18 de março de 2010

ADVOGADO NEGA TER ATUADO PARA RASCHKOVSKY EM CONTRATO COM CARTÓRIO

Um depoimento confuso e com frases incompletas. Foi desta forma que o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio criada para investigar denúncias de tráfico de influência e venda de sentenças judiciais no processo eleitoral, deputado Paulo Ramos (PDT), definiu as declarações do advogado Nelson Kestenberg, nesta quinta-feira (18/03). O advogado foi citado nos depoimentos do empresário e estudante de direito Eduardo Raschkovsky e de Fernanda Leitão, tabeliã do 15º Ofício de Notas. De acordo com Fernanda, Kestenberg teria sido procurado pelo empresário para tentar reverter a quebra do contrato firmado entre ela e Raschkovsky e que teria sido dissolvido pela tabeliã. No entanto, Kestenberg afirmou que foi procurado, mas que teria rejeitado a proposta, antes mesmo de saber do que se tratava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos