quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

CPI DA VENDA DE SENTENÇAS MARCA NOVA CONVOCAÇÃO PARA RASCHKOVSKY

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) criada para investigar denúncias de tráfico de influência e venda de sentenças judiciais no processo eleitoral decidiu que convocará o empresário e estudante de Direito Eduardo Raschkovsky para depor à CPI no início do mês de março (04/03), às 14h, na sala 311 do Palácio Tiradentes. A decisão foi tomada, nesta quinta-feira (04/02), durante a primeira reunião da CPI em 2010. A convocação será enviada à Raschkovsky para que a comissão possa ouvi-lo na condição de investigado, como determinou o habeas corpus deferido pelo desembargador Sérvio Lúcio Cruz ao empresário no final do ano passado. O presidente da CPI, deputado Paulo Ramos (PDT), disse que se Raschkovsky continuar insistindo em não comparecer, a convocação será mais rigorosa. “Ele já apresentou atestado e pediu para ser ouvido como investigado ao invés de vir como testemunha. A pretensão inclusive já foi acolhida. É importante que ele venha e estou convencido de que virá”, ressaltou o parlamentar.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA
VEJA FOTOS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos