quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

PESTICIDA ENDOSULFAN SERÁ PROIBIDO NO ESTADO

Causador da morte de milhares de peixes há um ano, quando vazou da empresa Servatis, em Resende, em um afluente do rio Paraíba do Sul, o pesticida endosulfan será banido do estado. A Assembleia Legislativa do Rio aprovou, em segunda discussão, nesta quarta-feira (02/12), o projeto de lei 1.878/08, que veda a utilização, produção, distribuição e comercialização do produto. O texto será enviado ao governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias para sancionar ou vetar a proposta, assinada conjuntamente pelos deputados Inês Pandeló (PT) e Tucalo (PP). “Esta Casa hoje dá um passo importante na defesa do meio ambiente, já que esse produto, o endosulfan, foi o causador da morte de toneladas de peixes no ano passado, num desastre ocorrido no Rio Paraíba do Sul, desde a cidade de Resende até a foz, em São João da Barra. A Anvisa já estuda a proibição do endosulfan no Brasil todo”, discursou a deputada Inês Pandeló (PT), lembrando que a União Europeia e Filipinas já proibiram o produto. O texto será enviado ao governador, que terá 15 dias úteis para sancionar a regra.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA
VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos