quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

CPI DIZ QUE TCE CONTRATOU SERVIÇO DE R$ 10 MILHÕES QUE HOJE É GRATUITO

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio criada para investigar fatos relativos a denúncias de corrupção contra conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ) já indiciados pela Polícia Federal anunciou que o TCE contratou um Sistema de Comunicação Digital (Sicodi) por R$ 10 milhões que não teria sido eficaz. O anúncio foi feito durante a reunião desta quinta-feira (03/12), quando a comissão ouviu Mauro Henrique da Silva, ex-secretário Geral das Sessões do TCE. Na época, à frente de um setor que poderia se utilizar do Sicodi, Silva afirmou que abriu mão do serviço que, segundo ele, chegou a ser utilizado por quase todo o tribunal. Segundo dados da CPI, o contrato foi feito em 2001, na gestão do então presidente do TCE José Gomes Graciosa, sem licitação, com a Fundação Padre Leonel Franca. “O serviço foi o mesmo até 2006. Recentemente, em 2008, quando o presidente José Maurício Nolasco observou que aquele serviço não era eficiente, mandou refazer o Sicodi que, agora sim, funciona. Surpreendentemente, o novo Sicodi foi feito sem gasto de R$ 1 sequer, com o trabalho sendo realizado pelos próprios funcionários”, revelou a presidente da CPI, deputada Cidinha Campos (PDT).

LEIA A MATÉRIA COMPLETA
VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos