quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

CONSTRUTORA DO PORTO DO AÇU APRESENTA CONTRAPARTIDA PARA PESCA LOCAL

Ações para o fortalecimento das colônias, instalações de laboratórios de informática e de ambulatório dentário e programas de capacitação profissional são alguns dos planos de compensação para os pescadores das colônias de São João da Barra, na região Norte Fluminense do estado, apresentados pela empresa LLX Logística, que constrói no local o Porto do Açu. A contrapartida foi anunciada durante audiência pública realizada nesta quarta-feira (09/12) pela Comissão Especial de Aquicultura e Pesca da Assembleia Legislativa do Rio. Conduzido pelo presidente da comissão, deputado Sabino (PSC), o encontro tinha o objetivo de cobrar da empresa os programas para os pescadores e para a pesca da região – impactada pela construção do porto. Sabino anunciou, ao final da reunião, que submeterá os planos anunciados aos pescadores, em reunião no próximo dia 21. “Hoje tivemos a oportunidade de conhecer as propostas, mas ainda precisaremos tratar delas com os pescadores – maiores interessados na solução do impasse”, afirmou.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA
VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos