quinta-feira, 24 de setembro de 2009

COMISSÃO QUER UNIR MOVIMENTO FEMINISTA EM DEFESA DA LEI MARIA DA PENHA

Mobilizar o maior número de mulheres em defesa do cumprimento da Lei Maria da Penha e unir o movimento feminista em todo o País foram as decisões que a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Rio tomou durante audiência, nesta quinta-feira (24/09), para debater reformas no Código de Processo Penal. De acordo com a presidente da comissão, deputada Inês Pandeló (PT), caso estas reformas sejam aprovadas, haverá alterações na Lei Maria da Penha. “É fundamental estar articulado com o maior número de lideranças dos movimentos sociais feministas e a sociedade para defender a continuidade do que foi conquistado com a lei. Quando já estivermos com um número maior de adesões pela causa, pretendo convidar senadores, deputados federais do Rio e juristas que elaboraram o projeto de lei para uma grande audiência pública no plenário da Casa”, disse a parlamentar.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA
VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos