quinta-feira, 13 de agosto de 2009

ALERJ QUER INFORMAÇÕES SOBRE SINDICÂNCIA ABERTA EM HOSPITAL DE CAXIAS

A demora para apurar as denúncias de que quatro crianças teriam nascido com o braço esquerdo deformado devido a problemas nos partos realizados no Hospital Moacyr Rodrigues, em Duque de Caxias, assustou o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Rio, deputado Átila Nunes (DEM). O parlamentar discutiu o assunto durante audiência pública nesta quarta-feira (12/08), no Palácio Tiradentes. De acordo com a diretora do hospital, Patrícia Virgílio, uma sindicância interna para identificar se as crianças tiveram problemas de locomoção nos braços em decorrência de erros médicos foi aberta há uma semana – os partos ocorreram em maio e junho. “É preocupante que as sindicâncias abertas pelo hospital e pelo Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj) ainda não tenham chegado a nenhuma conclusão. Enquanto isso a população de Caxias fica se perguntando: posso confiar no hospital?”, desabafou o parlamentar.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA
VEJA FOTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Galeria de Fotos